átimo

sinto a correria da gata depois de cagar

um bebê chora, 

o casal trepa 

e o vizinho do andar de cima arrasta o móvel 

                                                                    [religiosamente

sinto uma língua morta

uma nova e outra inexistente

sinto olhos descalços flutuando na penumbra

o filme de ação em volume alto 

uma motocicleta acelera

o avião reduz a velocidade

e o bando de andorinhas fotografadas há 7 anos

em uma respiração invertida

sinto uma pressão ao pé do ouvido

a lama nas mãos do garoto mergulhado no fundo 

                                                                     [do lago distante

sinto saudades e anos depois 

a morte de um amigo

muito

num instante. 

(Gabriel Andrade de Paula 18.8.19)

Deixe um comentário +

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s